Durante toda a última quarta-feira, professores da rede municipal passaram por uma capacitação sobre o mosquito Aedes aegypti. A tarefa organizada pela Vigilância Epidemiológica é levar o combate à dengue, zika vírus e chikungunya para dentro da sala de aula. As coordenadoras de Atenção Básica e da Vigilância Epidemiológica, Tatiane Clein e Paulina Guizzo, respectivamente, falaram sobre levar aos alunos a tarefa de cuidar na limpeza de possíveis criadouros em casa. As coordenadoras também informaram que a cidade está desde maio do ano passado sem encontrar um foco positivo do Aedes aegypti. Nesta semana, duas mulheres que voltaram de viagem da Colômbia foram notificadas com o sintoma do vírus. Elas se somam a outras duas pessoas, que também aguardam o resultado de exames para confirmar se estão com a doença, nenhuma delas está grávida. 

Áudios

Deixe o seu comentário!