Recentemente o presidente da Câmara de Vereadores, Thiago Brunet, comentou em entrevista para a Spaço FM que recebeu denúncias de que o atendimento no Posto de Saúde do bairro Primeiro de Maio, que deveria ocorrer até às 20h, estava sendo encerrado às 18h para consultas marcadas. O diretor do Pró-Saúde, Márcio Guilden, desmentiu a informação e explicou o funcionamento. “Nós ampliamos o atendimento, um atendimento complementar, que atende por 12 horas, um clínico geral, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e o atendente na recepção”, afirmou.

Conforme Guilden, o acolhimento de qualquer usuário do posto é feito até as 20h, porém não significa que ele será atendido pelo médico. Isto vai depender do fluxo de atendimento, da situação em que se encontra o paciente e, caso seja necessário, o mesmo será encaminhado ao pronto socorro do Hospital São Carlos. “Nós não temos nenhuma unidade de urgência e emergência, não é tarefa das unidades de saúde fazer este atendimento”, esclareceu.

Confira o áudio abaixo

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!