O chefe de Gabinete da prefeitura de Farroupilha, Vandré Fardin, retificou a informação repassada por telefone à Spaço FM pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Roque Severgnini, que as 19 câmeras de monitoramento que estão sendo instaladas nas rodovias de Farroupilha fazem parte do projeto do cercamento eletrônico e que não teriam o propósito de multar.

Fardin, em entrevista à Spaço FM, corrigiu a informação, esclarecendo que o objetivo principal é realmente o monitoramento do cercamento eletrônico, mas ressaltou que se trata de um equipamento que possui dispositivo também para multar o excesso de velocidade.

Ele esclareceu que o órgão autuador será o Daer nas rodovias estaduais e dentro do município a Guarda Municipal de Trânsito. Segundo Fardin, parte dos recursos das multas geradas retornam ao município e serão aplicadas no próprio sistema.

Os equipamentos deverão entrar em funcionamento na primeira quinzena de janeiro de 2020.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!